quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Impressões do III Curso de Introdução à Primatologia - sucesso renovado

Quinze participantes vindos do RS, SC, PR, SP, RJ e MG, além de um participante de Madrid (Espanha), estiveram estudando a primatologia em Caxias do Sul, dos dias 09 a 12 de Outubro, em plena colônia (forma que os locais chamam a zona rural).

Em sala de aula aprenderam a teoria e, posteriormente, puseram em prática os conhecimentos em duas modalidades de campo: com bugios-ruivo (Alouatta guariba clamitans) de vida livre, residentes na região, em mata localizada muito próxima do local das aulas, fazendo a utilização da metologia scan para estudos de comportamento, e com moradores da localidade de Fazenda Souza, fazendo entrevistas à procura tanto do bugio-ruivo como do macaco-prego (Cebus nigritus). Nas entrevistas foi utilizada da metologia "bola de neve", com seleção de informantes, análise das localidades mais proprícias para vasculhar à procura dos animais, aquisição de condutores de campo (mateiros), etc.
O fim de semana de muito Sol ajudou muito para os trabalhos, apesar do inesperado frio, que esteve abaixo de 5°C à noite, em plena Primavera. Os participantes, cientes dos seus afazeres, encararam essa situação atípica climática com presteza. Essa é a Serra Gaúcha ou, ainda, incluindo o fator de frio não comum para essa época do ano: essas são as mudanças climáticas na Serra Gaúcha...
Os bugios foram encontrados, tanto na mata próxima à FEPAGRO (base) quanto na procura nos arredores de Fazenda Souza. Porém, apesar dos indicativos orais na "bola de neve", o macaco-prego não foi avistado, mesmo utilizando play-back, já que essa espécie "responde" a chamados.
A avaliação feita pelos participantes do curso não podia ser melhor: excelente!
Recomendaria esse curso?

 * Análise gráfica por Gabriel Simioni
Avaliação geral








Isso faz com que o Instituto Orbis de Proteção e Conservação da Natureza siga realizando não apenas esse curso, como também outros, como já foi o caso do de introdução à ornitologia. Em 2011 novas turmas virão à Serra Gaúcha para aprender mais sobre Biologia da Conservação e métodos de trabalho (teoria e prática), disseminando e aprofundando conhecimentos sobre a nossa biodiversidade, encontrando soluções para o manejo das espécies no voraz e mercadológico mundo atual.


O ator principal: bugio-ruivo

Estudos teóricos

Descontração em frente à larareira

O grupo todo: cansados mas felizes

* fotos por Juliana Martins e Leonardo Brito

Nenhum comentário: