segunda-feira, 1 de junho de 2009

Nota Comemorativa ao Dia Mundial do Meio Ambiente

Comemoremos o Dia Mundial do Meio Ambiente, neste 05 de Junho, de forma diferente. Integre-se, religue-se, faça alguma coisa, seja parte do todo. O todo Meio Ambiente.

Plante árvores nativas e cuide-as. Informe-se sobre quais são as espécies nativas, qual seu porte, quais seus requerimentos de cuidados. Marque a data do plantio, dê nome a elas, visite-as, regue-as. Acompanhe o seu crescimento. Procure um local onde você acredita que ela poderá perdurar por 50, 100, 200 ou 500 anos, o que pode ser, inclusive, o quintal da sua casa, ou o jardim do prédio. Torne isso um hábito.

Pinhões são ótimos. Mas não sobra nenhum antes do cozimento para o plantio? Você acha que poderia dar um retorno à Natureza? Uma ajudinha?

Invente um lazer diferente. Convide uma turma de amigos mais próximos, leve o mate e vá com uma sacolada boa de pinhões nesta época, por exemplo, ou outras sementes da região, para plantio nas suas terras ou nas terras de algum conhecido, bem longe da zona urbana ou simplesmente “fora da casinha”. Passe um fim-de-semana diferente e barato. Fique feliz, sinta-se útil, doe-se sem esperar o retorno.

No meio do caminho, observe aves, olhe para as nuvens, perceba as cores, note outras formas de vida, sinta o frio, encontre a beleza.

Reflita com seus amigos sobre os modelos de desenvolvimento que temos, sobre o modelo de
cidade que moramos. Veja a forma como você vive, no quanto consome. Pense que a forma de captação e distribuição de água que ainda nos utilizamos foi desenvolvida há mais de 2.000 anos pelos romanos. Será que não há outra solução em pleno Terceiro Milênio?

A região do Crescente Fértil, lá para as bandas do Iraque, já foi, como o próprio nome diz, uma região de abundância da agricultura. Procure saber o que houve? Solicite, navegue, viaje em seus pensamentos.

Aliás, por falar em água, feche bem a torneira após o uso. Apague a luz ao sair.
Imagine que a necessidade de construção de novas usinas hidrelétricas começa no consumo da luz. Pense até que ponto você contribui para esses empreendimentos e, principalmente, pense onde eles se localizam. Pense no que pode acontecer aos habitantes humanos e não-humanos nessas regiões.

Informe-se e fale para os outros como proceder corretamente. Exija isso! Você é cidadão, parte desta comunidade, tem direitos e deveres sociais. Nossa sociedade é o reflexo de como nos portamos e o quanto nos conformamos.

Lidere, crie, pense nos outros. Pense naqueles que não falam a nossa língua: as plantas, os bichos e diversas outras formas de vida, que são incapazes de atuar na nossa sociedade, de conseguir o melhor para si. Isso cabe a nós! Devemos contar com todos eles também.

Cheire o ar que estamos imersos. Imersos dentro dessa gigantesca bolha de ar. Que ar é esse? Bom ou péssimo? Não há meio termo: ou faz bem ou mal.

Fiscalize, denuncie. Seja atuante. Não deixe de fazer. A hora não é mais agora: já deveria ter começado ontem. Não perca mais tempo. Use seus poderes para o bem. Não tem poderes? Conheça-se melhor.

Enamore-se com a vida. Crie vínculos. Resgate antigos. Isso é Meio Ambiente também.

E pense: Sempre que surge um problema, necessariamente a palavra que devemos ter como lema é “solução”. Somos pura solução.

Parabéns cidadãos caxienses e regionais pelo Dia Mundial do Meio Ambiente aqui na nossa casa.
Sigamos todos felizes, fazendo algo importante para todos.

Otávio Valente Ruivo
Biólogo
Instituto Orbis de Proteção e Conservação da Natureza
www.institutoorbis.org.br
orbis@institutoorbis.org.br
(54) 9129-6691

Nenhum comentário: