segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Finalizado II Curso de Introdução à Primatologia

O Instituto Orbis de Proteção e Conservação da Natureza concluiu no dia 02 de Novembro de 2009 o II Curso de Introdução à Primatologia, realizado na sede da FEPAGRO Agroindústria, no Distrito de Fazenda Souza, em Caxias do Sul.

Com início no dia 30 de Outubro, foram quatro dias de muito estudo e trabalho árduo. O curso foi dividido em secções, pelas quais de início os participantes tiveram aulas teóricas sobre Biologia da Conservação, primatas no Brasil e no Rio Grande do Sul, status de ameaça, febre amarela, ecologia alimentar e comportamento do bugio-ruivo, elaboração de projetos de pesquisa, entrevistas aplicadas ao estudo da fauna e treinamento de métodos de campo na primatologia.

Onze alunos provenientes da UFRGS, PUC, ULBRA Canoas e UPF, entre estudantes de Biologia, Veterinária e uma Bióloga já formada, discutiram atualidades acerca dos impactos da vida moderna humana na vida dos primatas gaúchos, em especial, o bugio-ruivo (Alouatta guariba clamitans), que convive em nossas matas vicinais e mais longínquas. Trabalharam também, com os animas in situ (na própria mata contígua à FEPAGRO Caxias) com trabalhos de comportamento da espécie, e visitaram na comunidade de Fazenda Souza, diversas pessoas residentes, aprendendo as técnicas survey e entrevistas para aferir a ocorrência, distribuição e dados históricos da espécie na localidade.

O clima ajudou muito. Muito Sol e calor com belas noites de Lua cheia, além, é claro, dos velhos percalços de quem trabalha em campo: enxames de mosquitos no interior das matas, indolência nos horários de Sol a pino com um certo desconforto. Mas nada que alguns litros de água fresca de reposição, uma boa conversa com os habitantes de Fazenda Souza ou a visualização de um bando de bugios, não compensasse.

O grupo de participantes entrou em sintonia fina, formou uma egrégora, preceito básico para bons trabalhos em grupo. As ações fluíram com leveza e os ensinamentos repassados e trocados fizeram parte das partes e do todo, tendo sido bastante gratificante.

O Instituto Orbis espera, em breve, Fazenda Souza nos acolher novamente para estudo dos nossos amigos bugios, a partir de “respostas” fornecidas por eles próprios como também pela visão empírica e profunda de seus vizinhos humanos.

Confirma fotos no álbum de fotografias do curso em http://picasaweb.google.com/instituto.orbis.caxias.


Nenhum comentário: